Fotografar o mundo, sem sair de casa é possível?

Ser fotógrafo, muitas vezes, normalmente está ligado à ideia de sair de casa e explorar o mundo com uma câmera na mão. A inglesa Jacqui Kenny, no entanto, para realizar tal empreitada é complicado não apenas por questões financeiras, mas também por conta da condição de que ela sofre: a agorafobia.

Trata-se de um transtorno de ansiedade provocado não só pelo medo de grandes aglomerações de pessoas, mas pela receio de não conseguir sair do meio dela caso se sinta mal. Então, impedida de desbravar o mundo da forma tradicional, Kenny encontrou na tecnologia uma maneira de conhecer destinos fora dos roteiros de viagens tradicionais e de dar visibilidade ao assunto de uma forma natural.

A ideia surgiu quando ela foi demitida de uma empresa, a qual ajudou a fundar. Em entrevista ao tabloide britânico Metro Segundo Kenny disse: “Realmente, eu precisava de um projeto criativo, para me manter focada”.

Confira abaixo, algumas das capturas de tela feitas por ela e compartilhadas em sua conta no Instagram: